Menu

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Como visitar Auschwitz por conta própria

Aushwitz localiza-se a cerca de uma a uma hora e meia de carro a partir de Cracóvia, numa área conhecida pelos poloneses como Oswiecim (Auschwitz foi o nome dado pelos nazistas)  e, na verdade, é um complexo formado por dois campos de concentração: Auschwitz I e Auschwitz II (ou Birkenau), distantes cerca de 3,2 km um do outro. Ambos são maiores do que a gente imagine, de forma que acabam tomando a maior parte do nosso dia. Portanto, reserve um dia apenas para visitar os campos. 



Auschwitz I

Birkenau


Vários hotéis e agências de viagem em Cracóvia oferecem o passeio para os campos de concentração, incluindo o transporte de ida e volta. Mas, obviamente, o valor a ser pago será  maior do que o custo para aqueles que decidirem ir e voltar por conta própria. E a boa notícia é que fazer o passeio sem necessidade de apelar para uma excursão é perfeitamente viável. E não se assuste com o fato de você não entender absolutamente nada de polonês. Seguindo os passos abaixo, qualquer um conseguirá visitar Auschwitz sem dificuldades.


1. A primeira coisa que você precisa fazer é acessar o site oficial de Auschwitz para efetuar a sua reserva, escolhendo o dia e horário exato da sua visita. O website é fácil de entender e navegar (tem a opção de exibi-lo em inglês). Basta clicar em reservation no menu principal, indicar a data desejada e, então, escolher o melhor horário que se adeque a sua viagem. Mas atenção: a depender do horário, haverá dois tipos de tours, um individual sem educador e um tour guiado (com duração de 3,5 horas) em um idioma específico (há opções em inglês, polonês, espanhol, alemão e francês). 

A boa notícia é que o tour individual é gratuito! Isso mesmo!! Você tem a opção de pagar absolutamente nada para conhecer Auschwitz!! Já se você optar por um tour guiado, terá que pagar 40 PLN. Mas um guia não fará falta? Obviamente, com um educador você sairá de lá com muito mais informações sobre a história do lugar. No entanto, há inúmeras placas com textos em inglês explicando o que significa cada local e exposição. Fizemos o tour sem guia e achamos válido.

2. Uma vez realizando a reserva online, você receberá um e-mail de confirmação com o ingresso em anexo. Basta imprimi-lo e comparecer, no local, na hora exata da reserva. Não adianta tentar entrar antes (nós tentamos!). Apenas no horário em ponto, sua entrada será liberada.

           E se eu não conseguir mais vaga disponível no único dia em que puder visitar Auschwitz? Este problema aconteceu recentemente com alguém que conheço e, mesmo assim, ele arriscou e foi até o campo de concentração sem ingresso algum. E, sem nenhuma reserva, conseguiu fazer a visita. Não sei se isso ocorre sempre ou se ele teve apenas sorte, mas, caso aconteça o mesmo com você, minha dica é: arrisque!! Você não terá nada a perder!!

3. Para ir de Cracóvia até Auschwitz, você deverá pegar um ônibus no principal terminal rodoviário da cidade, em Krakow Glówny (veja a localização no mapa abaixo). Há ônibus saindo a cada meia hora, mas recomendo que você compre a passagem no dia anterior, uma vez que você precisará chegar em Auschwitz antes do horário reservado. Como o trajeto dura cerca de uma hora e meia, recomendo que você compre a passagem para o ônibus que sairá duas horas antes do seu horário de visitação. A passagem (trecho único) custa cerca de 20 PLN e deve ser comprada em uma bilheteria no primeiro andar do terminal de ônibus (este tem dois andares; no segundo andar, nenhum guichê saberá informar onde exatamente se compra a passagem. Portanto, procure logo um guichê no primeiro andar e caso o funcionário não entenda quando você falar Auschwitz, mostre a ele a palavra Oswiecim, que é como os poloneses denominam o local onde os campos foram construídos). Infelizmente, não é possível comprar a passagem de volta no terminal, mas apenas com o motorista ao embarcar no ônibus de volta em Auschwitz.

Krakow Glowny corresponde a dois terminais: o de ônibus e o de trem, colados um no outro. Percebam, pelo mapa, como o local é próximo do centro histórico da cidade (para melhor entendimento do mapa da cidade, leia este post)


4. Com a passagem em mãos, compareça ao primeiro andar do terminal de ônibus cerca de 15 minutos antes da partida. Ao chegar ao destino (Aushwitz I), decore o ponto de descida. Há dois motivos para isso: primeiro porque será neste mesmo ponto onde você pegará o ônibus para seguir para Auscwitz II, após conhecer Aushwitz I; segundo porque será também neste ponto onde você pegará o ônibus de volta para Cracóvia. Logo que descer do ônibus, você verá, em um poste, uma placa com os horários de saída dos ônibus para Cracóvia. Fotografe-a para programar o seu horário de retorno.

Horários do ônibus que partem de Aushwitz I para Cracóvia


5. Para entrar em Auschwitz I, você apresentará seu ingresso e passará por uma catraca. Terminado o passeio, você deverá voltar para o ponto onde chegou para, então, pegar o ônibus para Aushwitz II. Há ônibus chegando constantemente (a cada 10 a 15 minutos, aproximadamente). O ônibus terá escrito "Birkenau" na sua frente. Este ônibus é gratuito.

6. Após terminar o passeio em Biekenau, pegue novamente o ônibus que faz o trajeto entre os campos e retorne para Auschwitz I. Agora é só esperar o ônibus que retornará para Cracóvia no mesmo ponto. A passagem, também no valor de 20 PLN, deve ser comprada diretamente com o motorista. Seu destino final será o terminal de ônibus em Krakow Glowny.

Ônibus que faz o trajeto entre os dois campos

Não há mistério nem dificuldade em seguir todos esses passos para conhecer Auschwitz por conta própria. E, assim, você economizará e terá a mesma experiência de quem contrata um transfer por agências de turismo.

OBS:
1. Os preços indicados neste post correspondem aqueles em vigência na época da viagem. Recomendo pesquisar novamente os valores das atrações na época da sua viagem.

2. Este post não recebeu nenhum tipo de patrocínio


25 comentários:

  1. Olá.
    Parabéns pelo post, bem esclarecedor! Confesso que li vários outros blogs mas nenhum tão claro quanto esse.
    minha dúvida é com relação à troca de Euro por PLN. Vou de Berlim à Cracóvia de onibus e estarei somente com euros em mãos. Nas estações de onibus eles fazem a conversão? obrigada

    ResponderExcluir
  2. Oi Nathália! Fico feliz que tenha gostado e de ter podido ajudar! Vc vai chegar em Cracóvia pela estação principal, a Glowny Station? Esta estação envolve tanto o terminal principal de ônibus quanto de trem. E lá tem uma casa de câmbio (mais especificamente no setor que funciona com estação de trem). Não tive dificuldade em achar. E se vc chegar durante o dia, ela provavelmente estará aberta!

    ResponderExcluir
  3. Excelente! A matéria e blog!!
    A pergunta é: Existe a possibilidade de comprar pela internet a passagem Cracóvia - Auschwitz?
    Por um acaso vc se lembra da companhia que faz esse trajeto?

    Valeu!!!

    ResponderExcluir
  4. Obrigado, Heloisa! Na época em que visitamos a Polônia, não havia a possibilidade de comprar a passagem pela internet não. A empresa é a que aparece na foto da placa com os horários dos ônibus: a Lajkonik Bus, mas não encontrei opções para compra online no site.
    Abraço! E boa viagem!

    ResponderExcluir
  5. Esse foi o melhor blog/post sobre ir a Auschwitz por conta própria. A maioria dos blogs induz as pessoas a contratarem transfers e guias, assim, gastando mais dinheiro (estes blogs falam que é obrigatório entrar com guia, um absurdo disseminar informação falsa). Erik, muito obrigada por compartilhar sua experiência conosco!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Janine!! Que bom que gostou!! Nós ão precisamos contratar guia. Não havia esta exigência quando fomos. De qualquer modo, é sempre bom olhar o site oficial do local para ver se não houve nenhuma mudança nas regras. Abraço e boa viagem!!! :)

      Excluir
  6. Parabéns pela matéria... já vi vários blogs mais nada tão esclarecedor. Muito obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo feedback!! Fico feliz demais em ajudar! :)

      Excluir
  7. Olá, Erik! Estou indo visitar Auschwitz no próximo agosto e só hoje vi que tem que fazer esta reserva para entrar no local. E só havia a possibilidade de reservar o horário das 7h45. Na falta de opção, reservei... Bom, para estar lá neste horário, vi que a LAJKONIK tem um ônibus que parte às 6h20 e que chega em Auschwitz às 7h45. Minhas dúvidas são (eu as enviei para a empresa, mas não tive resposta ainda...):
    1) Será que consigo comprar a passagem do ônibus online? (Li acima que não, né?)
    2) Se não, consigo comprar um dia antes?
    3) Será que esse ônibus fica cheio neste horário (6h20)?
    4) É cedo, né? Precisarei acordar às 5h...
    Obrigada!
    Parabéns pelo post. Concordo com os comentários sobre a objetividade na explicação da visita por conta própria!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luciana!! Na época em que fiz a visita, a empresa de ônibus não disponibilizava serviço online para a compra, mas foi possível comprar no dia anterior e é o que eu recomendo, especialmente, no seu caso. Embora ache difícil o ônibus ficar cheio neste horário, você fará a visita no verão, quando o número de turistas deve ser maior. Então, para você não ser surpreendida com o ônibus lotado, melhor comprar na véspera mesmo. Realmente, você terá que acordar bem cedo, mas valerá à pena. E, se por algum motivo, não conseguir comprar no dia anterior, chegue o mais cedo possível no terminal, para garantir a sua passagem. E ainda, na pior das hipóteses, se não houver mais passagem quando for comprar, há sempre a opção de tentar algum transfer até lá (bem mais caro, claro!) e o próprio hotel deve conseguir isso.
      Espero que dê tudo certo! Estou na torcida! :)

      Excluir
  8. Oi, Erik... você tem noção (aproximada) sobre quantidade de euros que eu preciso trocar para passar um dia na Cracóvia, contando com as passagens de ida e volta para Auschwitz e para almoçar e jantar (comida simples)?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ricardo! Fui olhar aqui as minhas anotações da época e o meu cálculo aproximado foi de 50 euros por pessoa para um dia. Sempre levo, no entanto, um pouco a mais por garantia. Mas lembro que, financeiramente, foi tudo bem tranquilo pois o país é bem barato!

      Excluir
  9. Muito bom seu post. Me ajudou muito na minha organização para outubro. Valeeu

    ResponderExcluir
  10. Boa noite, estou programando uma viagem para a França em 2018 e queria aproveitar para conhecer Auschwitz e Amsterdam, mas confesso que estou muito perdida em montar um roteiro que que encaixe Auschwitz, também vou a Lyon rsrs. Você poderia me dar alguma sugestão? Desde de já agradeço pela atenção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Fabiana! Para conhecer Auschwitz, vc terá que ir até Cracóvia, que fica longe tanto da França quanto da Holanda. Desta forma, a melhor forma é escolher o avião como meio de transporte. A boa notícia é que a Easyjet, empresa aérea low cost da Europa, tem voos diretos entre Paris e Cracóvia e tb entre Lyon e Cracóvia. Minha sugestão, então, é comprar uns destes voos de ida e volta, saindo de uma ou outra cidade (cheque os valores e datas para ver o que melhor se encaixa no seu tempo e bolso). Só atente para o fato de que não há voos todos os dias da semana, de modo que vc terá que se organizar de acordo com as datas dos voos. Dois dias em Cracóvia já seria o suficiente. Espero ter ajudado! :)

      Excluir
    2. Ajudou demais, desde o início do post extremamente esclarecedor e agora me respondendo, muito obrigada mesmo pela atenção... e qualquer dúvida volto a perguntar rsrs...

      Excluir
  11. Muito bom o seu post! Muitas pessoas falam sobre suas visitas mas não falam que onibus pegar, da onde sai, preço... o seu tem tudo, muito esclarecedor! Obrigada!

    ResponderExcluir
  12. Erik, quis escrever esse comentário há algum tempo, mas sempre me esquecia rs. Estive em Auschwitz em Agosto e seu post me foi muuuito útil. Não tive problemas nenhum com a viagem nem com a empresa. Dei uma pesquisada e consegui comprar a passagem pela internet (utilizando o bom e velho google tradutor). O site não passou muita segurança, mas resolvi arriscar e deu tudo certo. Consegui, além de tudo, comprar uma passagem de estudante (eu tinha a carteirinha de estudante internacional). Imprimi a passagem de ida e fui para a rodoviária. Como eu comprei o primeiro horário, não tinha ninguém pra quem perguntar de onde sairia o ônibus. Mas perguntamos para um motorista da mesma empresa, que nos ajudou. O ônibus foi pontual, confortável e a viagem foi muito tranquila. O ponto de ônibus é exatamente na frente do museu, então não há erro (diferente da estação de trem, que eu vi que fica bem distante). Para voltar, eu percebi que havia esquecido de imprimir a passagem de volta. Mas mostrei apenas a passagem no celular e não tive problema nenhum. Mesmo sendo alta temporada, não teve problema nenhum de superlotação. Enfim, acabei falando demais, mas só queria mesmo te agradecer. Economizei uma boa grana, tive uma experiência fantástica e saí desse passeio como uma pessoa mudada. Obrigada!!!
    Júlia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Júlia! Feliz demais com este seu feedback! :) Afinal, o objetivo do blog é exatamente este: ajudar os leitores a fazer as suas viagens, de preferência, por conta própria!! Sempre é bom saber que as dicas que damos estão ajudando desta forma!! E, realmente, não tem como não sair de lá mudado. Um lugar triste e pesado, mas que precisa ser visitado!!

      Excluir
  13. Olá Erik me podia dizer quanto tempo é necessário para visitar os campos de concentração ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jonas! Para mim, um turno foi suficiente. O local é grande e tem muita coisa para ver, mas confesso que não aguentaria passar mais tempo pelo peso que o local representa.

      Excluir
  14. Artigo muito bem escrito e detalhado, parabens!

    ResponderExcluir