Menu

segunda-feira, 17 de setembro de 2018

Nosso roteiro pela Toscana

Uma das maiores e mais cobiçadas regiões da Itália é a Toscana, que permeia o imaginário de todo viajante com imagens de campos e colinas verdejantes, adornadas por ciprestes, parreiras e cidades medievais. Desta forma, evoca o romantismo ao fornecer ao visitante paisagens exuberantes, cidades aconchegantes e uma culinária de tirar o chapéu, regada a vinho e intercalada por deliciosos sorvetes.

Paisagem comum da Toscana

Não à toa, foi o destino escolhido, por nós, para a nossa lua de mel. Uma escolha que valeu à pena, não apenas pelo romantismo citado acima e confirmado durante a nossa passagem, mas também pelo fato da Toscana está intimamente relacionada à história e às artes.

Afinal, foi Florença, a capital da região, o berço do renascimento, trazendo à luz artistas célebres, como Michelangelo e Botticelli. Foi em Florença que viveu Dante Alighieri, responsável pela configuração do idioma italiano como o conhecemos hoje. Foi em Florença que Galileu Galilei revolucionou a ciência.

E a coincidência de tantas mentes brilhantes terem convergido para uma única cidade, acaba dando um ar místico à capital da Toscana, ao mesmo tempo em que aumenta o apelo em se visitar o berço de tanto conhecimento e talento.

domingo, 16 de setembro de 2018

Como é o MiniTrekking pelo Glaciar Perito Moreno

Embora conhecer o Glaciar perito Moreno fosse um sonho antigo, eu não fazia ideia de que, além de vê-lo de perto, seria possível caminhar sobre ele. Foi quando iniciei a programação do nosso roteiro por El Calafate que descobri que havia esta possibilidade e, sem pensar duas vezes, decidi que teríamos que fazer este passeio conhecido como icetrekiing.

E não poderia ter tomado uma decisão melhor. Fazer o trekking por uma das geleiras mais famosas do mundo foi não apenas a experiência mais marcante desta nossa viagem pela Patagônia como também foi uma das mais marcantes da nossa vida de viajantes.

Afinal, se o glaciar já encanta de longe, imagina poder tocar, pisar e porque não sentir o azul mágico de seus caminhos congelados, de suas esculturas naturais, de seus labirintos moldados pelo vento e de seus pequenos lagos de água cristalina...

Portanto a maior dica que posso dar sobre a visita ao Glaciar Perito Moreno é: não deixe de fazer o trekking sobre a geleira!

O inesquecível trekking pelo Glaciar Peiro Moreno

Apenas uma empresa é autorizada pelo Parque Nacional Los Glaciares a realizar o passeio: a Hielo y Aventura. Além disso, o número de visitantes diários é limitado, o que é perfeitamente compreensível, já que é preciso ter todo o cuidado para manter a preservação do local, impedindo qualquer tipo de agressão que poderia ser causado pelo turismo de massa.

sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Visitando o Parque Nacional Los Glaciares

Localizado na Patagônia, a cerca de 80 Km da cidade argentina de El Calafate, está a região que abriga os maiores glaciares do mundo fora do continente gelado: o Parque Nacional Los Glaciares. Suas enormes geleiras, localizam-se em torno do Lago Argentino, sendo o Glaciar Perito Moreno a mais famosa delas.

Desta forma, a maior parte da estrutura turística do parque está montada em torno do Perito Moreno, o glaciar mais próximo a El Calafate. Há passarelas de observação, restaurante com vista para a geleira, estacionamento e trekkings organizados para se caminhar pelo glaciar.

O famoso Perito Moreno, principal atração do Parque Nacional Los Glaciares

No entanto, há outros glaciares no parque, mais ao norte do Perito Moreno, como o Upsala e o Spegazzini, que podem ser vistos a partir de um passeio de barco conhecido como Ríos de Hielo Express (é possível reservá-lo nas agências localizadas na cidade). Entre as geleiras maiores, o Viedma é o que se localiza mais ao norte e mais distante de El Calafate, estando já próximo da cidade de El Chaltén, a partir de onde ele é mais facilmente conhecido.

Mas será o Perito Moreno o foco maior deste post, já que foi o glaciar que conhecemos na nossa visita ao Parque Nacional Los Glaciares.

segunda-feira, 10 de setembro de 2018

Dicas para visitar El Calafate, na Argentina

Localizada na província argentina de Santa Cruz, em plena Patagônia, está El Calafate, uma pequena cidade que gira em torno do turismo, devido à proximidade com o famoso Glaciar Perito Moreno, uma das maiores geleiras do mundo.

Por ser a cidade mais próxima do Parque Nacional Los Glaciares, onde se encontra o Perito Moreno, El Calafate acabou se tornando um dos principais polos turísticos da Argentina. São muitos os hotéis, agências de turismo, restaurantes e toda uma estrutura voltada para o turista que visita a cidade.

Visitar a geleira era um sonho antigo meu, de modo que El Calafate acabou entrando no nosso radar sempre que tentava organizar um roteiro pela América do Sul. Em fevereiro deste ano, enfim, conseguimos incluir o Perito Moreno no nosso itinerário, aproveitando a nossa viagem para Ushuaia.

Enfim, realizando o sonho de conhecer o Glaciar Perito Moreno

Neste post, daremos algumas dicas sobre El Calafate para ajudá-lo na sua passagem pela cidade.

sábado, 8 de setembro de 2018

A trilha até o Mirador Grey em Torres del Paine

Um dos principais lagos do Parque Nacional Torres del Paine é o Lago Grey, que tem origem no glaciar de mesmo nome, localizado no limite noroeste do parque e que corresponde a uma das principais atrações da reserva natural.

O Lago Grey (ao fundo se ver blocos de gelo que se desprenderam do glaciar e ficaram flutuando pelo lago)

A melhor forma de conhecer tanto o lago quanto o glaciar, cujo nome se justifica pela coloração verde acinzentada de suas águas, é através de um passeio de barco que parte do Hotel Grey até bem próximo ao glaciar. Outra forma é reservando um tour que te leva para caminhar sobre a geleira, realizado pela Big Foot Adventure Patagonia. Já dei dicas sobre estes dois passeios em outro post.

Mas se você não quiser gastar e, mesmo assim, conhecer o lago e o glaciar, você pode fazer uma de duas trilhas: uma, mais extensa, que parte da Guardería Paine Grande e que exige cerca 3 horas e meia de caminhada para chegar ao Mirador Grey e ao extremo norte do lago; e outra mais curta, que parte da Guardería Grey e vai até outro Mirador Grey, situado no extremo sul do lago.

sexta-feira, 7 de setembro de 2018

Como foi nosso passeio de carro por Torres del Paine

Eu sei que Torres del Paine, com suas dezenas de trilhas em meio a uma paisagem exuberante, é um dos principais locais de trekking no Chile. Mas como não somos adeptos ao esporte, optamos por conhecer o parque com um carro alugado, percorrendo apenas os locais acessados pelo mesmo.

No início, achamos que, talvez, nem valesse à pena seguir até o parque nacional e não fazer alguma das suas trilhas mais longas. Mas fomos mesmo assim e não nos arrependemos nem um pouco, pois os mirantes que você vai encontrando pela estrada enquanto dirige já tornam o passeio inesquecível.

A cadeia de montanhas de Torres del Paine, vistas do Mirador Serrano

Já fizemos um guia com dicas para você visitar Torres del Paine e, agora, iremos contar como foi nossa experiência dirigindo pelo parque e o que conhecemos durante o passeio.

Dicas para visitar Torres del Paine

O Parque Nacional Torres del Paine, localizado na Patagônia Chilena, ao norte da cidade de Puerto Natales, corresponde a uma das principais reservas naturais do Chile e impressiona pela beleza de suas paisagens. Composto por montanhas, lagos, rios e glaciares, o parque faz a alegria dos amantes de trilhas e aventuras, mas também daqueles que querem apenas apreciar o esplendor da natureza chilena.

Parque Nacional Torres del Paine

Seu nome é uma referência aos picos de granito localizados no parque e conhecidos como Torres del Paine (vistos na foto acima). Mas a cadeia de montanhas ali presente não se resume apenas a estas famosas formações rochosas e nos impressiona também com os icônicos Cornos del Paine.

Os Cuernos del Paine e o Lago Pehoé

Dos muitos lagos e lagunas que compõem o parque destacam-se: o Pehoé, o Grey, o Nordenskiöld, o Sarmiento e o Toro. Já os rios Paine, Grey e Serrano estão entre os mais vistos pelos turistas, assim como duas pequenas cascatas: o Salto Grande e o Salto Paine.